Mahindra Comviva aposta em retomada do investimento das operadoras


RafaelOlivares_MahindraComvivaCom faturamento ainda tímido no Brasil – US$ 7,4 milhões no último ano -, a indiana Mahindra Comviva acredita que o mercado local de telecomunicações está perto de uma retomada nos investimentos. A empresa fornece software para Claro, Oi, Nextel, TIM, Vivo, e espera crescer 50% neste ano graças a aumentos dos gastos das clientes e à entrada em novos segmentos no país.

Segundo o novo CEO da companhia, Rafael Olivares, isso acontecerá com uma retomada da economia brasileira, que deve voltar a crescer este ano, depois de duas retrações anuais seguidas em 2015 e 2016. “Estamos confiando muito na recuperação. O investimento das operadoras normalmente está relacionado ao crescimento socioeconômico”, analisa. A percepção do executivo não é isolada. TIM e Claro já avisaram que devem acelerar investimentos até o final do ano.

A Mahindra Comviva vai focar esforços em duas áreas: serviços de telecomunicações e serviços financeiros móveis. Em telecom, a empresa quer ampliar a pequena fatia de mercado que tem em contratos de gerenciamento de chamadas e monetização de dados.

PUBLICIDADE

Já em pagamentos, quer estrear no Brasil. No mundo, tem 16% de market share no segmento, o que a torna campeã no desenvolvimento de apps para serviços financeiros, conforme dados da Ovum. A intenção é ampliar a carteira de clientes, acrescentando, além das operadoras, todo tipo de instituição bancária. Para as teles, a meta é vender a solução de carteira móvel (mobile wallet), sistemas e serviços que permitam transferências financeiras internacionais.

Anterior Telefônica terá que divulgar em seu site onde está aplicando os recursos do TAC
Próximos Varejo eletrônico prevê crescimento no Dia das Mães