Lucro líquido da WDC caiu no 4º trimestre, mas receita aumenta


Crédito: TV.Síntese
Lucro líquido da WDC cai/Crédito: TV.Síntese

A WDC Networks fechou o quarto trimestre de 2021 com lucro líquido de R$ 24,3 milhões, que representa uma queda de 17,8% em relação a igual período do ano passado. Porém, superior ao registrado no trimestre anterior, que foi de R$ 15,9 milhões, obtido logo após a abertura de capital da empresa, ocorrida em julho.

A margem Ebitda da WDC ficou em 27,2%, 6,9 pontos percentuais a menos que a obtida no quarto trimestre de 2020. A receita líquida ficou em R$ 276,1 milhões, alta de 30,5% no mesmo tipo de comparação.

PUBLICIDADE

As vendas totais chegaram a R$ 351,4 milhões no 4T21 crescendo 18,3% em comparação ao resultado do 4T20 puxadas pelo crescimento da unidade de energia solar. No acumulado do ano, o resultado foi ainda mais positivo, atingindo R$ 1,4 bilhão o que representa um aumento de 45,3% frente a 2020.

No segmento corporativo, as vendas cresceram 66,4%, chegando a R$ 208,9 milhões no 4T21, mas no setor de telecomunicações, caíram 16,9%, atingindo R$ 142,5 milhões. Segundo o CEO da WDC, Vanderlei Rigatieri, foi observada uma desaceleração nesse mercado, especialmente na conexão de novos clientes orgânicos. Mas afirma que a perspectiva é de recuperação.

“A WDC já assinou três contratos para implantação total de redes, uma com 12 mil homes passed, outra com 7 mil homes passad e a última, com 4 mil homes passed”, disse. Em outro contrato, a empresa vai fornecer 100 mil kits de assinantes ao longo do ano. “O que estamos sentindo é uma preocupação muito grande dos ISPs de médio e grande portes com a qualidade da rede, o que deve gerar novos contratos de DWDM e mini data centers”, prevê.

Com a desaceleração, a participação do setor de telecomunicações nos números da WDX caiu para 36,3%, ante os 50% do trimestre anterior. No 4T20, a participação desse mercado era de 57,8%. Já a participação da energia solar saltou de 11,5% para 26,2% em um ano.

PUBLICIDADE
Anterior Moreira cobra transparência do setor em consultas públicas
Próximos Numeração para provedores deve sair só ao fim das concessões