Lucro da Qualcomm dispara e empresa avisa que vendas serão ainda melhores em 2021


Designed by Freepik
Designed by Freepik

A Qualcomm apresentou um expressivo aumento do lucro e da receita no quarto trimestre fiscal (julho a setembro) de 2020. A receita do período chegou a US$ 8,3 bilhões, um crescimento de 73% comparado aos mesmos meses de 2019. O lucro disparou de US$ 506 milhões (2019) para US$ 2,9 bilhões. Os números provocaram otimismo com a expansão das vendas em 2021 com o 5G.

Entretanto, a empresa reconheceu que o resultado incluía contrato de licenciamento fechado com a Huawei, o que gerou um impacto de US$ 1,8 bilhão. Sem isso, a empresa teria lucro de US$ 1,8 bilhão e uma receita de US$ 6,5 bilhões. Também em 2019, um acordo com a Apple foi crucial para melhorar os resultados da Qualcomm.

Expectativas com 5G

Com a divulgação dos números, a Qualcomm predisse que 5G iria levar a um boom de vendas já neste final de ano. Além disso, afirmou que haveria um aumento das remessas de componentes para aparelhos portáteis em 2021. Ainda, a  empresa estimou uma receita entre US$ 7,8 bilhões e US$ 8,6 bilhões no atual trimestre.

PUBLICIDADE

A fabricante estima que sejam vendidos 450 milhões e 550 milhões de aparelhos portáteis em 2021. Para 2020, a previsão é de números entre 175 milhões e 22o milhões.

Hoje, em teleconferência dos resultados, o CEO, Steve Mollenkopf, se referiu ao 5G como “a maior oportunidade na nossa história, criando novas oportunidades para estendermos nossa liderança”. (Com noticiário internacional)

Anterior NEC fornecerá o core da rede 5G da NTT DOCOMO no Japão
Próximos IBM lança arquitetura de nuvem dedicada aos serviços de telecom