PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Mercado DMI

Loft dispensa mais 384 funcionários, total chega a 543 demitidos

Em abril, a Loft tinha cortado 159 trabalhadores da área de crédito. Com as novas demissões, são 543 profissionais atingidos.
Loft demite 384 funcionários, equivalente a 12% do quadro - Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

A startup Loft, especializada em compra e venda de imóveis, anunciou nesta terça-feira, 5, a demissão de 384 pessoas, ou 12% do quadro de 3,2 mil pessoas, segundo comunicado enviado à imprensa. O corte acontece após uma rodada de demissões feita em abril, quando a companhia cortou 159 trabalhadores da área de crédito, totalizando 543 profissionais demitidos.

“A redução do quadro de funcionários se soma a outras medidas de aumento de eficiência tomadas nos últimos meses após quatro anos de crescimento agressivo e consistente, tanto através de produtos desenvolvidos organicamente quanto via aquisições”, disse a Loft em comunicado.

“Com essas medidas, o Grupo Loft se adequa à nova realidade global dando passos importantes para suportar a continuação do atual ritmo de forte crescimento em seus negócios, oferecendo produtos inovadores para clientes, incluindo imobiliárias e corretores em todo o país”, completou a empresa.

Segundo a Loft, os funcionários demitidos receberão a extensão do plano de saúde por mais dois meses, apoio para recolocação profissional e facilitação da participação no plano de stock options para pessoas elegíveis. “A Loft agradece a dedicação dos colaboradores desligados, está empenhada em ajudar no que for possível para a sua recolocação no mercado e lamenta a perda destes profissionais”, afirmou.

Avaliada em US$ 2,9 bilhões, a Loft levantou US$ 525 milhões no primeiro semestre de 2021 e se tornou um dos principais unicórnios (startup avaliada em US$ 1 bilhão) do País.

Desde o início deste ano, os unicórnios brasileiros têm realizado cortes para continuar a expansão em meio ao cenário de escassez de capital. O concorrente da Loft, QuintoAndar, demitiu 4% do corpo de funcionários em março, seguido por Facily, Vtex, Ebanx, Olist e Mercado Bitcoin. Entre as startups menores, nomes como Zenklub, Sanar, Sami, Zak e LivUp também já realizaram cortes.

 

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.