Level 3 registra prejuízo no segundo trimestre


A operadora de infraestrutura Level 3 teve um prejuízo de US$ 13 milhões no segundo trimestre deste ano. A companhia divulgou hoje,29, ao mercado o balanço financeiro do período. Um ano antes, no mesmo período, a empresa registrava lucro de US$ 45 milhões. O resultado se deve ao pagamento de parte dos débitos do grupo, seguida de reestruturação do perfil da dívida. Sem isso, o lucro líquido teria sido de US$ 160 milhões.

A receita da companhia cresceu 1,5%, para U$ 2,06 bilhões. O EBITDA também aumentou, passando de US$ 597 no segundo trimestre de 2014, para US$ 665 no deste ano. A margem EBITDA também subiu, atingindo 32,3% – era 29,4% um ano antes. A empresa investiu menos no período. O capex encolheu 4,5%, para US$ 317 milhões.

A maior parte da receita foi gerada na América do Norte. Ali, a Level 3 faturou US$ 1,55 bilhão, 7% mais que um ano antes. Já os ganhos em outras partes do mundo caíram. Na América Latina o faturamento ficou em US$ 186 milhões, 7% mais baixo. Na região EMEA, que corresponde a Europa, Oriente Médio e África, a redução foi de 11,6%, para US$ 204 milhões.

PUBLICIDADE

Segundo a companhia, o resultado foi fortemente impactado no resto do mundo em função da valorização do dólar. Se o valor tivesse se mantido constante, haveria crescimento na América Latina, de 6%. Na área EMEA, o encolhimento não passaria dos 3%. A companhia reiterou suas projeções de crescimento para 2015, divulgadas em abril, junto com o balanço do primeiro trimestre, de aumento do EBITDA de 14% a 17% até dezembro.

Anterior Sinergia da Telefônica com GVT é de R$ 16,2 bi, bem acima da previsão inicial
Próximos Telefônica acha que precisa mudar a lei para mexer na concessão