Levantamento da Nokia aponta demanda por banda larga fixa via 5G


A Nokia apresentou hoje, 10, levantamento que aponta existência de demanda por banda larga fixa via rede móvel 5G, conhecida como FWA, por residências e empresas.

O estudo, conduzido pela Parks Associates, pesquisou 3.000 pessoas no Reino Unido, EUA e Coréia do Sul e examinou a compreensão e a demanda dos consumidores por serviços 5G em seis casos de uso diferentes, incluindo veículos autônomos, vigilância por vídeo e tecnologias imersivas.

PUBLICIDADE

Conforme a pesquisa, 76% dos entrevistados consideram a FWA como o caso de uso mais atraente no geral, com 66% afirmando que assinariam o 5G FWA se custasse o mesmo que seu serviço de banda larga atual e oferecesse o mesmo ou melhor desempenho.

Atualmente, 41% dos entrevistados só tinham a opção de um único provedor de banda larga, com muitos ressentindo essa falta de escolha. Isso destaca a oportunidade que as operadoras móveis têm de oferecer a FWA como alternativa aos serviços tradicionais de banda larga.

Vídeo

Na análise, 90% classificaram o streaming de vídeo em alta qualidade como um aspecto “muito valioso” do 5G. Com base nos dados, 66% atribuíram a mesma classificação à captura e transmissão de vídeos e 69% à detecção e alertas de vídeos.

Oitenta por cento das pessoas que estão familiarizadas com 5G o acham atrativo, em comparação com 23% das pessoas que não estão familiarizadas. E, mais de 50% dos proprietários de smartphones disseram que provavelmente trocariam de operadora se o provedor atual não oferecer 5G nos próximos 12 meses.

Segundo ele, a FWA é um caso atraente de uso antecipado para 5G, especialmente com instalação remota. Mas, para isso, os operadores devem tomar uma decisão informada sobre como investir nele e em qual localidade geográfica. (Com assessoria de imprensa)

Anterior GSMA corta 20% de seus funcionários
Próximos Internet Society critica pressa do Congresso em criar lei contra "fake news"