Leilão de 3,5 GHz dos EUA bate recorde e já passa de R$ 121 bilhões


Crédito: Divulgação. Leilão
Crédito: Divulgação

Com 83 rodadas completas e 31 dias, o leilão da faixa de 3,5 GHz dos Estados Unidos arrecadou por enquanto US$ 21,38 bilhões (equivalente a R$ 121,44 bilhões). Amanhã, 2, o certame contará com mais sete rodadas. O leilão já ultrapassou o seu preço de reserva de US$ 14,77 bilhões. A título de comparação, o próximo leilão brasileiro, que terá a faixa de 3,5 GHz e lotes de 700 MHz, 2,3 GHz e 26 GHz, tem valor estimado de US$ 9,5 bilhões.

Distribuindo 100 MHz de frequência, esse é o terceiro maior leilão de espectro da história do FCC. Ele se compara ao Auction 107, também com faixas destinadas à 5G na banda C que acumulou US$ 81 bilhões, e do espectro AWS-3, que faturou US$ 44,9 bilhões.

PUBLICIDADE

De acordo com análise de consultor jurídico da Força-Tarefa de Leilão de Incentivos da FCC, Sasha Javid, o certame ainda deve continuar por mais algumas semanas. O analista afirma ainda que a demanda está mudando para mercados menores, o que significa que o leilão deve estar chegando ao fim.

Ao todo, 33 participantes estão disputando um total de 4 mil licenças. Entre eles, estão AT&T, Verizon, T-Mobile, Dish Telecom, além de provedores regionais menores. A Comissão Federal de Comunicações (FCC) criou regras para evitar que alguns competidores acumulem muitas frequências, como a proibição de compra de mais de 40 MHz.

PUBLICIDADE
Anterior Anatel vai aumentar a potência máxima de terminais em redes privativas 5G
Próximos Telefônica cria empresa dedicada a IoT