Leilão 5G: rede das rodovias deverá ser aproveitada por todos, diz MCom


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O Mcom trabalha em uma forma de incentivar que a infraestrutura construída pelos compradores do espectro de 700 MHz no próximo leilão da Anatel seja utilizada por operadoras com ou sem rede local. A ideia foi anunciada nesta segunda, 25, por Artur Coimbra, Secretário de Telecomunicações Interino do Ministério das Comunicações, durante sua participação no Inovatic.

“Temos cobertura prevista de toda a extensão das rodovias federais, cerca de 48 mil km com no mínimo 4G. Naturalmente [existe] uma orientação para que haja um acordo para receber usuários visitantes. Nas estradas, faz sentido ter uma cobertura que possa ser aproveitada por todos”, afirmou.

PUBLICIDADE

Conforme as regras presentes no edital do 5G, o compromisso das compradoras da faixa de 700 MHz é de ofertar roaming para operadoras SEM infraestrutura na região atendida. Uma diferença sutil, mas que pode ter reflexo sobre o compartilhamento de sites nas estradas ou facilitar a assinatura de acordos de roaming entre as operadoras para garantir que o sinal nas rodovias não seja exclusivo de uma ou outra empresa.

O INOVAtic é um evento do Tele.Síntese e terá prosseguimento até quarta-feira, 27, com a participação de mais de 20 debatedores. Nessa versão, estão reunidos ISPs, fornecedores, distribuidores e operadoras que atuam nas regiões Sul e Sudeste do país. 

PUBLICIDADE
Anterior Vendas de SVAs são garantia de sobrevivência para ISPs, dizem empresas
Próximos Sinqia compra a QuiteJá e ingressa no mercado financeiro