Justiça autoriza Oi a convocar credores para votar mudança no plano de RJ


A 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro do Tribunal de Justiça, onde corre o processo de recuperação judicial da Oi, autorizou a companhia a realizar uma assembleia de credores para rever o plano de recuperação. Mas condicionou a convocação à apresentação prévia para a corte da alteração que a companhia quer fazer em sua estratégia de turnaround.

A decisão foi emitida na sexta-feira, 6, e comunicada pela Oi no final do mesmo dia. Conforme fato relevante publicado pela companhia, o juízo da recuperação judicial deu 180 dias para que a proposta de aditamento seja apresentada ao tribunal.

Apenas depois que esta proposta for registrada nos autos, o administrador judicial da tele, o escritório de advocacia Arnoldo Wald, poderá convocar e realizar a assembleia geral de credores. Terá para isso, até 60 dias após a apresentação.

PUBLICIDADE

A expectativa no mercado é de que a tele acrescente a possibilidade de vender sua unidade móvel ao plano. No comunicado, a Oi não detalha o motivo da proposta de convocação de credores para deliberação de mudança no plano de RJ.

Diz, no entanto, que “a proposta de aditamento do mesmo terá o objetivo de dar maior flexibilidade ao PRJ, com a criação de uma estrutura societária e operacional mais eficiente, visando à maximização do valor da Companhia em benefício de todos os seus stakeholders”. O fato relevante é assinado pela diretora de finanças da companhia, Camille Faria.

Anterior "Leilão do 5G deve destinar no mínimo 50% dos recursos para investimentos", diz Soares
Próximos Anatel aprova RAN Sharing entre Claro e Nextel para eliminar sobreposições