José María Álvarez-Pallete é reeleito diretor executivo da Telefónica


José María Álvarez-Pallete

José María Álvarez-Pallete foi reeleito hoje, 23, como diretor geral do grupo Telefónica pelos acionistas da empresa, em assembleia geral. Agora, ele terá um mandato de mais quatro anos. Carmen García de Andrés, Ignacio Moreno e Francisco José Riberas foram eleitos diretores.

A Vivo é uma das subsidiária da Telefónica. Em seu discurso de posse, Pallete mencionou a compra da Oi Móvel no Brasil e a criação da FiBrasil para reforçar a liderança do grupo na região. A Fibrasil é a empresa de infraestrutura óptica criada em joint venture entre o fundo canadense CDPQ e o grupo Telefónica.

PUBLICIDADE

No ano passado, a Telefónica atingiu um lucro líquido de € 1,6 bilhão, o que representa um aumento de 40% em relação a 2019. Pallete destacou ainda os € 95 bilhões que a operadora investiu em todos os seus mercados ao longo do tempo e a obtenção da marca de 135 milhões de homes passed (casas aptas a assinar planos de fibra) no mundo. Também destacou que nos últimos cinco anos a companhia cortou a dívida quase pela metade – atualmente soma € 26 bilhões.

“A Telefónica não ficou imune à pandemia. Nós também sofremos. Mesmo assim, demonstramos ser muito resistentes”, afirmou José María Álvarez-Pallete. Ainda assim, ele defende que a crise trouxe a superação por meio da transformação digital, que “aponta o caminho para o futuro de nossas sociedades”. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Anatel quer lançar projeto Espectro Brasil em, no máximo, dois meses
Próximos Aposta no aumento da produtividade dos satélites geoestacionários