José Gontijo assume secretaria de empreendedorismo do MCTI


Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

José Gustavo Sampaio Gontijo é o novo secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 19. Antes, ele ocupava o cargo de diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação Digital.

Engenheiro elétrico, com especialização em gestão pública em ciência e tecnologia, Gontijo está desde 2003 no setor público, atuando da Anatel, na Secretaria de Política de Informática do MCT, na Casa Civil, no Ministério das Comunicações com serviços prestados na implantação da TV digital, no Programa Nacional de Banda Larga e no Funttel. Tem papel fundamental na articulação do governo com o setor industrial.

PUBLICIDADE

Desde 2016, já na Sempi, tem sido responsável por subsidiar a formulação de políticas, diretrizes, objetivos e metas relativos à inovação digital, à pesquisa científica e ao desenvolvimento industrial e tecnológico do setor de tecnologias da informação e da comunicação do país. Em especial, participa do detalhamento das medidas necessárias à execução das políticas nacionais de informática e automação e de tecnologias da informação e comunicação, tais como aquelas relacionadas à indústria de semicondutores, microeletrônica, 6G e internet das coisas.

No setor privado, atuou no acompanhamento dos indicadores de qualidade e de universalização da Anatel, bem como no lançamento de redes metropolitanas de fibra óptica.

À Secretaria de Empreendedorismo e Inovação compete propor, coordenar, supervisionar e acompanhar as políticas nacionais de desenvolvimento tecnológico, empreendedorismo e de inovação; propor, coordenar e articular a criação de programas nacionais de desenvolvimento tecnológico, empreendedorismo e de inovação. E ainda executar, em seu âmbito de atuação, as medidas necessárias à execução da política e do plano nacional de informática e automação e proceder à análise das propostas de concessão de estímulo ao desenvolvimento de projetos do setor e propor, articular e coordenar planos, projetos e ações voltadas para o desenvolvimento e a inovação em tecnologias estruturantes.

PUBLICIDADE
Anterior Cautelar contra redução de IPI travou indústria, diz Abinee
Próximos Telefónica desenvolve academia de Rafa Nadal no metaverso