Jack Dorsey, CEO do Twitter, renuncia


Jack Dorsey. Crédito: Cellanr, disponível em Commons.Wikimedia
Crédito: Cellanr, disponível em Commons.Wikimedia

O co-fundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou hoje, 29, em seu Twitter que renunciou ao seu cargo de CEO da rede social. Quem assume imediatamente a cadeira de CEO é Parag Agrawal, até então CTO da companhia.

“O conselho realizou um processo rigoroso, considerando todas as opções e apontou de forma unânime para Parag”, comentou Dorsey na rede.

Outra mudança na administração da companhia colocou Bret Taylor como o novo presidente do Conselho Administrativo do Twitter. Dorsey continuará como membro do conselho até seu contrato expirar em 2022 e irá auxiliar na transição de Agrawal e Taylor.

O ex-CEO destacou em sua despedida que considera importante que a empresa se torne independente de seu fundador ou influência. Ele ainda afirmou que seu maior desejo é que o Twitter se torne “a companhia mais transparente do mundo”.

Em 2015, Jack Dorsey passou a acumular duas posições no Twitter, de CEO e presidente, passando a ser alvo de críticas por parte dos investidores. O investidor e fundo Elliot Management começou a pressionar pela remoção de Dorsey em 2020 da presidência. Somado a isso, o Twitter sofreu um prejuízo de líquido US$ 1,2 bilhão no mesmo ano.

PUBLICIDADE
Anterior Definido o relator do processo de venda da Oi Móvel na Anatel
Próximos Trópico leva centros operacionais de rede para áreas remotas