Itaú vê risco de racionamento de energia ainda este ano


Itaú Unibanco, que processa 20% das folhas de pagamento do mercado no país, estima que o Brasil sairá da pandemia mais desigual do que entrou. “Os números mostram que o emprego formal voltou, enquanto o desemprego no setor informal evolui e é algo que temos que lidar”, afirma Mário Mesquita, economista chefe do Itaú Unibanco, durante live realizada hoje.

De acordo com projeções do banco, o PIB deverá crescer 5,7% este ano e apenas 1,5% em 2022. O grande risco a ser enfrentado ainda este ano, conforme o economista, diz respeito ao racionamento de energia elétrica, uma vez que a variante delta por enquanto tem se mostrado aparentemente sob controle, com exceção dos casos ocorridos no Rio de Janeiro.

PUBLICIDADE

Leia a reportagem completa no Digital Money Informe

Anterior Cade aprova associação da B3 e Totvs em empresa de software
Próximos Celular "mais barato" com 5G chega ao mercado por R$ 1,7 mil