iPhone ganha espaço na China


A Kantar Worldpanel atualizou o estudo ComTech, em que faz um balanço das vendas de smartphones no mundo. A pesquisa usou dados dos três últimos meses finalizados em fevereiro de 2015. E mostra que as vendas de aparelhos com os sistema operacional da Apple (iPhones) cresceram 27,6% no mercado de smartphones na China.

“Temos visto uma grande procura por produtos da Apple na zona urbana chinesa desde o lançamento do iPhone 6 e 6 Plus e esse cenário continuou mesmo após o Ano Novo Chinês. 59% dos assinantes de celular da China foram responsáveis pelo crescimento de 27,6%, em volume do mercado, registrado pelo iOS no último período”, explicou Carolina Milanesi, chefe de pesquisa de ComTech da Kantar Worldpanel. “O impulso da Apple se manteve também nos principais mercados globais desde o mês passado, com ganhos de market share em todos mercados, com exceção dos Estados Unidos e Japão”, salienta.

PUBLICIDADE

“Na China Urbana, o iPhone 6 da Apple permanece como o mais vendido dos últimos três meses finalizados em fevereiro 2015, com crescimento de share de 10,2%, contra 9,5% registrado nos outros três meses analisados (novembro, dezembro e janeiro)”, explica Tamsin Timpson, diretor estratégico de novos negócios de ComTech da Kantar Worldpanel. “O iPhone 6 Plus foi o terceiro mais vendido, atrás do iPhone 6 e do Xiaomi RedMi Note. Com dois modelos entre os principais, e com seus antigos modelos ainda vendendo bem, a Apple foi capaz de conquistar o primeiro lugar entre as fabricantes de celular na China. A Xiaomi caiu para segundo lugar”.

No período analisado, nos cinco maiores mercados europeus (Grã Bretanha, Alemanha, França, Itália e Espanha), o Android perdeu 2,9% de mercado, ficando com 67,6% de participação, enquanto o iOS ganhou 2,9%. “Na Grã Bretanha, como a Samsung preparou o canal para a chegada de nos seus novos carros-chefes – Galaxy S6 e S6 Edge – as vendas do Galaxy S5 cresceram ligeiramente no período e conquistaram 8,7% das vendas de smartphone, mantendo assim o modelo como o segundo mais vendido, ficando atrás apenas do iPhone 6”, disse Dominic Sunnebo, diretor da unidade de negócios de ComTech Europa da Kantar Worldpanel.

“Os compradores de iPhone 6 foram atraídos principalmente pela sua confiabilidade e durabilidade (48%), e atratividade do design (44%). Os compradores do Galaxy S5 também registraram os mesmos números em confiabilidade e durabilidade, além de pontuarem que o aparelho contou com uma boa negociação na tarifa e contrato (48%)”, complementa.

Milanesi acredita que os novos Galaxy S6 e S6 Edge devem ajudar a Samsung a recuperar mercado . “A diferenciação irá continuar sendo um desafio em um mercado onde a participação dos fornecedores tem um denominador comum muito importante – OS. O claro distanciamento desde a concepção do design da geração anterior irão certamente ajudar o Galaxy S6 e S6 Edge para se destacar neste mercado”.

PUBLICIDADE
Anterior Fusão de AT&T e DirecTV pode ser autorizada ainda este mês
Próximos Governo lança pacto pelo enfrentamento a violações de Direitos Humanos na internet