Intelsat inicia programa de troca de antenas nos headends de TV paga


A Intelsat anunciou um programa de instalação de antenas nos headends de operadoras, programadoras e distribuidoras de TV paga brasileiras. A meta do programa é garantir que os sinal transmitido pelo satélite IS-14 (localizado a 45º Oeste) seja recebido por empresas detentoras de 98% do mercado de TV por assinatura local. Com isso, vai atualizar ou trocar 200 antenas profissionais no país.

PUBLICIDADE

Segundo a Intelsat, com o projeto, pretende atrair novas programadoras de TV fechada ao país, uma vez que será criada uma nova região de cobertura para transmissão de sinais televisivos pela empresa.

“Este projeto de implantação de antenas cria uma região única com foco no Brasil, oferecendo valor para nossos programadores da América Latina. Essa área concentra a maior audiência de televisão da região com conteúdo especializado”, diz Bill O’Hara, vice-presidente e gerente geral de mídia da Intelsat, em comunicado.

A atenção com o mercado brasileiro não é recente. A empresa abriu um Centro de Operação ao Cliente no Rio de Janeiro há exatamente um ano.

O IS-14 tem cobertura de vídeo em todos os países da América Latina. O programa de antenas é uma forma de a Intelsat aumentar sua participação na transmissão para operadoras de cabo locais. A TV Cultura, que atende sistemas de TV aberta, a cabo e por satélite, será um cliente inicial na nova área de vídeo do IS-14.

A integradora Z2Gtech foi contratada para tocar o projeto. Conforme a Intelsat, fez um mapeamento detalhado dos headends no Brasil e já começou a instalar as antenas para as distribuidoras.

O IS-14 complementa a cobertura para serviços de vídeo da Intelsat na América Latina, onde a companhia já dispõe dos satélites Intelsat 21 e Intelsat 34 também para a transmissão audiovisual.

PUBLICIDADE
Anterior Destino de terreno trava a liquidação do Ceitec
Próximos Claro lança loja preparada para o 5G