Intel aposta nos modems 5G para crescer no mercado de chips mobile


Intel-5G-Modem

A Intel decidiu apostar suas fichas no desenvolvimento de modems 5G para smartphones (e outros aparelhos) do futuro. A companhia lançou hoje, 16, a família de chips XMM 800, compatíveis com o padrão 5G NR. Ciente, no entanto, de que a 5G será implementada de fato, e em maior volume, a partir de 2020, a fabricante também lançou o modem LTE o XMM 7660.

“A Intel está empenhada em oferecer a melhor tecnologia de modems e se certificar de que a transição para o 5G está chegando”, afirma Cormac Conroy, vice-presidente e gerente geral do Grupo de Dispositivos e Comunicação da Intel, durante conferência com jornalistas.

Um dos modems, o modelo XMM 8000, opera em redes 5G com espectro abaixo de 6 GHz. Esse chip é indicado a smartphones, computadores e equipamentos fixos. Mas a empresa está trabalhando em um produto que opere com frequências acima dos 28 GHz. Afirma que já consegue realizar chamadas de voz com um chip em desenvolvimento, usando esta altura de espectro.

Outro modelo, o XMM 8060, terá capacidade multimodal, compatível com o padrão “new radio” (NR) 5G. Significa que o chip é capaz de trabalhar com redes autônomas, e também é compatível com redes 2G, 3G e 4G. Ou seja, é o chip indicado para a transição tecnológica. A expectativa da empresa é que chegue ao mercado em meados de 2019.

Já o modelo XMM 7660 opera apenas com redes LTE. Com padrão Cat-19, é capaz de alcançar velocidade de 1,6 Gbps de troca de dados, em ambientes controlados, graças ao uso de tecnologia MIMO (de múltiplas antenas) e agregação de portadoras. Smartphones com esse chip devem chegar ao mercado em 2019.

A empresa enfrenta competição dura no segmento. A principal vendedora do setor, a Qualcomm, detinha cerca de 66% do mercado no começo do ano, conforme dados da Strategy Analytics. A segunda colocada era a Mediatek, com 15%, seguida de Spreadtrum, Marvel e Intel. Esta última ganhou espaço graças ao fornecimento para a Apple, que embarcou seus chips no iPhone 7.

PUBLICIDADE
Anterior Cisco perde receita no trimestre
Próximos Telcomp quer ver compromissos dos TACs antes que sejam assinados