Inmarsat e Orbit assinam acordo visando o mercado governamental


A Inmarsat, fornecedora de serviços de comunicações globais móveis por satélite, e a Orbit, que atua nas comunicações por satélite, observação, monitoramento e telemetria da Terra e sistemas de gestão das comunicações, firmaram um acordo para a fabricação de terminais aéreos para a Global Xpress (GX), que vão atender o mercado governamental. A GX é a próxima geração de serviço banda larga móvel global, que operará na banda Ka e fortalecerá a posição da Inmarsat no mercado mundial em comunicações globais móveis por satélite.

Pelo acordo, a Orbit fornecerá rastreamento aéreo e terminais de comunicação GX, abordando novos  prospects no mercado governamental, incluindo aeronaves não tripuladas (UAV, sigla em inglês) e plataformas fixas e de asa rotativa. “A Global Xpress oferece oportunidades significativas no mercado de aviação para governos, fornecendo o primeiro serviço global de banda larga de alta velocidade do mundo, que é capaz de suportar as aplicações mais avançadas e que consomem muito banda, em praticamente qualquer lugar do mundo”, afirma Andy Start, presidente de Global Government da Inmarsat

Já o presidente da Orbit, Ofer Greenberg, destaca que a seleção de produtos da empresa feita pela Inmarsat “é um voto de confiança em nossas soluções de antenas VSAT Ka-Band e um grande passo para o relacionamento com o setor governamental em todo o mundo”.(Com assessoria de imprensa)

Anterior Venda de celulares deverá ser ligeiramente inferior à de 2013
Próximos UBS AG se torna quarto maior acionista da Portugal Telecom