Britânicos querem separar empresa de infraestrutura da BT


shutterstock_archerix_infraestrutura_redeO regulador britânico de telecomunicações, Ofcom, divulgou ontem, 26, uma proposta de separação parcial entre a empresa de infraestrutura de rede de atacado Openreach e a British Telecom.

Há anos operadoras fixas e móveis reclamam de interferências da BT nos planos de negócios da Openreach, em benefício próprio, e pediam que a Openreach fosse completamente separada da BT.

A agência optou por uma solução que fica “no meio do caminho”, em que sugere à Openreach ter um conselho de administração e um presidente independentes da BT, bem como o controle sobre o próprio orçamento. Atualmente, essas informações são divulgadas em conjunto no balanço da BT, o que leva os rivais a reclamarem de falta de transparência. Outra proposta é tornar a empresa legalmente separada, mas ainda pertencente à BT e compartilhando com esta estruturas e ativos como espectro, por exemplo.

PUBLICIDADE

Uma separação estrutural não seria possível, no momento, pois exigiria que o governo entrasse com capital para pagar passivos trabalhistas, por exemplo. A proposta de separação parcial não agradou concorrentes, conforme o jornal Financial Times. Uma das operadoras, a TalkTalk, afirmou que a proposta só tornará a regulação mais complexa no país. Já a Three disse que a Ofcom não conseguiu enfrentar o poder da BT. (Com agências internacionais)

Anterior Governo cria comissão de avaliação de programas de C&TI
Próximos Novo smartphone da Blackberry usa versão fortificada do Android