Indicados de Tanure foram apenas ouvintes nas reuniões do Conselho, diz Oi


Logo OiA concessionária Oi divulgou comunicado nesta quarta-feira, 09, no qual diz ter adotado a medida cautelar emitida ontem pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que impede a atuação do fundo Société Mondiale sobre a gestão da empresa enquanto não houver aval da agência.

A cautelar foi motivada por notícias de que representantes do fundo do investidor Nelson Tanure teriam interferindo em reuniões do Conselho Diretor da companhia antes da permissão do regulador. A Oi negou no comunicado enviado hoje à CVM.

“Os representantes indicados pelo acionista Société Mondiale participaram de reuniões do Conselho de Administração da Companhia na qualidade de ouvintes e não exerceram influência sobre as deliberações tomadas nas reuniões”, alega.

PUBLICIDADE
Anterior CCJ adia votação do PL 3.453
Próximos Eleição de Trump nos EUA deve mudar a FCC