India deve proibir compartilhamento de frequências


O Departamento de Telecomunicações (DoT) do governo da Índia está propenso a proibir o compartilhamento de espectro ou o refarming (lançamento de novo serviço na mesma banda) das operadoras de celular daquele país, informou o jornal Economic Times. Conforme o jornal, o departamento teme que o compartilhamento de espectro possa estimular o surgimento de cartel entre as operadoras.

 

A proposta de compartilhamento, para aumentar a eficiência, foi feita pela agência reguladora de telecomunicações da India, a TRAI. O governo pensa, porém, em  só deixar que as empresas compartilhem espectro acima do que foi por elas comprado nos leilões, se pagarem uma taxa para o tesouro indiano.

 

Recentemente, informa o jornal, a Vodafone fez acordo de roaming com outras operadoras de celular para cobrir 11 regiões com a tecnologia 3G onde não possuia espectro, e está sendo intimada pelo governo a pagar outros US$ 92 milhões por esta ocupação. 

PUBLICIDADE
Anterior Procon-SP notifica a Claro por falhas na rede
Próximos Alcatel-Lucent quebra recorde de transmissão de dados transoceânicos