Índia cobra US$ 1,2 bi de impostos atrasados da Hutchison


queda despenca dinheiro acoes cifrao moeda bovespa

O braço internacional de telecomunicações da CK Hutchison recebeu uma conta de INR79 bilhões (US $ 1,23 bilhão) das autoridades fiscais da Índia por impostos que remontam à aquisição da operação da Vodafone no país durante 2007.

A empresa com sede em Hong Kong manteve a interpretação, em comunicado, de que a transação não era tributável na Índia, em linha com uma decisão anterior tomada pelo Supremo Tribunal do país. A taxa é para o ganho de capital relativo à aquisição da unidade de telecomunicações indiana da Hutchison há uma década atrás, com a aquisição da Vodafone Group no valor de  US $ 10,7 bilhões.

PUBLICIDADE

Na sequência de uma disputa inicial sobre o pagamento do imposto em 2012, o Supremo Tribunal da Índia decidiu a favor dos operadores. No entanto, desde a decisão, há cinco anos, novas diretrizes foram introduzidas para investimento estrangeiro na Índia, levando à ameaça de ação rever o acordo Vodafone Hutchison.

A empresa acrescenta que a demanda fiscal “violava os princípios do direito internacional”.

Anterior Colômbia regula White Space
Próximos Consumidor não quer mais a voz, diz Navarro