IBM é condenada a pagar US$ 1,6 bilhão à BMC


Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

As ações da IBM subiram nesta terça, 31, mesmo após um juiz federal ordenar que a gigante de serviços de TI pague US$ 1,6 bilhão à BMC Software por trocar seu software.

O juiz Gray Miller rejeitou as alegações da IBM de que o cliente mútuo, AT&T, mudou os produtos de software por conta própria, e ainda acrescentou que o papel da IBM “cheirava a irregularidades intencionais”.

PUBLICIDADE

A IBM afirmou que vai apelar da decisão de Miller, que deu seu parecer após um julgamento sem júri que durou sete dias.

“Este veredito não é totalmente suportado por fatos e leis, e a IBM pretende buscar a reversão completa em recurso”, disse a IBM em comunicado obtido pela Bloomberg.

“A IBM agiu de boa fé em todos os aspectos neste compromisso. A decisão de remover a tecnologia da BMC Software de seus mainframes foi exclusivamente da AT&T, como foi reconhecido pelo tribunal e confirmado em depoimentos de representantes da AT&T.”

O processo

A BMC processou a IBM em 2017 alegando que a medida violou o acordo entre as duas empresas de software.

A IBM teria feito a AT&T substituir o software do mainframe da BMC por um da IBM. Mais tarde, assinou contrato para fornecer o software para a AT&T.

IBM e BMC tinham um acordo de parceria que não permitia isso. Então a BMC acusou a IBM de ter cometido crime e ainda pediu compensação por lucros cessantes.

No início deste mês, a IBM assinou um acordo de colaboração estratégica com a Amazon Web Services para oferecer uma ampla gama de seu catálogo de software como Software-as-a-Service na AWS.

Bom para os acionistas

Mesmo com a decisão judicial, as ações da IBM subiram um pouco e chegaram a US$ 139,31 nas negociações do meio do dia, nesta terça, 31.

O valor foi a um pico de US$ 139,83, mas no fechamento da tarde  as ações valiam US$ 138,84, pequena queda em relação ao dia anterior, quando fecharam a US$ 139,27.

 

PUBLICIDADE
Anterior PEC 110/19 não foi votada na CCJ do Senado por falta de quórum
Próximos Anatel perdoa mais de R$ 10 bilhões da dívida da Oi