Hughes fará a distribuição dos satélites da OneWeb


Diagrama da cobertura de satélite pretendida pela OneWeb
A Hughes Network Systems, fará a distribuição global da OneWeb. A constelação de satélites de baixa órbita da OneWeb vai ampliar a oferta de serviços da Hughes e garantirá que seus clientes tenham acesso a conectividade rápida de baixa latência em qualquer lugar onde estejam. Serviços como redes corporativas e estatais, backhaul de celular e hotspots de wi-fi comunitário serão beneficiados com a novidade.

“Entramos em uma nova era de demanda por conectividade global que só pode ser atendida por um conjunto de serviços de transmissão de dados que inclua serviços satelitais terrestres, geoestacionários e de baixa órbita”, afirma Pradman Kaul, presidente da Hughes. “A OneWeb complementa nosso portfólio de serviços com cobertura global e opção de baixa latência que permitirá a nossos clientes atender às necessidades de seus usuários com conectividade em qualquer lugar.”

Essa nova parceria é uma expansão do relacionamento entre as duas companhias. A Hughes é uma investidora, por meio da Echostar, e ajuda a OneWeb a desenvolver tecnologias para seu sistema de satélites de baixa órbita.

PUBLICIDADE
“A conectividade só tem valor quando entrega a experiência de uso que o cliente precisa. Na economia digital de hoje, as organizações civis e corporativas precisam de acesso contínuo à internet de alta qualidade onde quer que estejam”, declara Adrian Steckel, CEO da OneWeb.

A OneWeb está construindo sua primeira constelação com 650 satélites de baixa órbita. Até o fim de 2021, a OneWeb proverá baixa latência em todo o mundo com a mesma capacidade, seja no mar, no ar ou em lugares inóspitos sem conexão.

Testes foram realizados nos satélites já em órbita usando os gateways que a Hughes construiu para a rede. Os resultados foram positivos, com transmissões de satélite perfeitas, alta velocidade e baixa latência.

Os gateways contam com várias antenas de rastreamento que dão suporte à operação e à entrega de tráfego em altas velocidades para satélites de baixa órbita, e podem comportar até 10 mil transmissões por segundo. Cada terminal da OneWeb, seja para serviços fixos ou móveis, vai incorporar um módulo-chave que inclui modems desenvolvidos e fabricados pela Hughes.
Anterior TIM fecha parceria com banco digital
Próximos Venda de smartphone deve cair entre 5% e 10% na AL