Huawei recebe aprovação de compra de chips feitos nos EUA para produção de carros


huawei

O Estados Unidos autorizou que a Huawei adquira chips destinados ao seu crescente negócio de produção de componentes para carros, como telas e sensores. As informações foram fornecidas a Reuters por duas fontes familiarizadas com o assunto.

PUBLICIDADE

A fabricante chinesa estava sob restrições de sanções impostas no governo Trump. Uma delas impedia companhias estadunidenses de venderem tecnologia a ela. Além disso, operadoras do país estão proibidas de comprar produtos da Huawei. O atual presidente do país Joe Biden até então seguia na linha de seu antecessor na sua política anti-companhias chinesas.

A recente autorização teve resistência no Senado dos EUA. O republicano Tom Cotton, por exemplo, afirmou: “É inaceitável que a administração de Biden diminua a campanha de pressão contra companhias espiãs Chinesas como a Huawei”.

Como chips de peças automotivas não são sofisticas, sua aprovação para compra é mais fácil. “Se for realmente uma commodity acho que gostaríamos que as empresas ocidentais e aliadas obtivessem essa receita”, disse Cordell Hull, um alto funcionário do Departamento de Comércio durante o governo Trump que ajudou a redigir as políticas dos EUA sobre as exportações para a China. “Não vejo um grande risco (de segurança nacional).

A Huawei já está envolvida em parcerias para o desenvolvimento de carros inteligentes. Este ano, a chinesa firmou um acordo com a Chery para desenvolvimentos de carros conectados com 5G. Também dispõe de contrato com a Audi de 2018 que prevê a construção de tecnologias de condução remota e serviços conectados. (Com agências internacionais)

Anterior Entregas falsas e spam no WhatsApp dominaram ciberataques no segundo trimestre de 2021
Próximos 5G: Teste conclui que é viável usar a faixa de 3,7 GHz em redes privativas industriais