GSMA confirma edição presencial do Mobile World Congress Barcelona


A GSMA, entidade que congrega operadoras móveis de todo o mundo, avisou hoje, 8, que está mantida a realização do Mobile World Congress Barcelona 2021 em versão presencial. O evento acontecerá na Espanha entre os dias 28 de junho e 1º de julho. A edição do ano passado do evento foi cancelada por conta da pandemia de Covid-19.

PUBLICIDADE

A organização do evento afirma que serão seguidas medidas de segurança para minimizar o risco de transmissão de covid-19 entre os participantes. Um plano sanitário foi criado em parceria com as autoridades de saúde da Catalunha e respeita as exigências locais de segurança.

Segundo a GSMA, haverá várias “camadas” de contenção, com medidas tomadas em relação às equipes da organização, trabalhadores que montam as estruturas, exibidores, visitantes, fornecedores, parceiros e comunidade local.

Uma das “camadas” de proteção diz respeito à testagem frequente de quem for a Barcelona. Além disso haverá rastreamento de contatos prévios, ambientes sem contato físico, novo design para os restaurantes, monitoramento da lotação, melhorias nos pavilhões, aumento da quantidade de equipes médicas disponíveis, e obrigatoriedade de distanciamento social.

Todos deverão usar máscaras na feira, haverá 1,3 mil estações de sanitização das mãos com álcool em gel em diversos pontos dos pavilhões, e a limpeza e desinfecção das áreas será mais frequente. A Fira Barcelona, local do evento, mudou o sistema de ventilação para garantir maior circulação de ar. Todo o sistema de registro e controle de acesso será digital. Até o sistema de WiFi dos ambientes foi modificado, para evitar zonas cinzentas e aglomerações eventuais em pontos com sinal mais forte, por exemplo.

Condições para participar

Os visitantes deverão baixar um app no celular, o My MWC, e carregar ali sua credencial. Para alguns, será exigida testagem antes de sair do país de origem. As autoridades espanholas vão emitir a lista dos países alvo dessa política.

Quem chegar de trem ou carro deverá fazer testes em centros indicados pelo MWC, em Barcelona. Todos os visitantes deverão fazer um teste rápido antes de entrar no evento. Teste esse que precisará ser repedido após 72 horas. Haverá ainda medição de temperatura.

Além disso, todo dia antes de ir ao evento os visitantes deverão preencher um questionário no app a respeito de sua saúde e bem estar.

A expectativa da GSMA é que com o avançar das vacinações em todo o mundo, o risco de contágio em feiras de grande porte seja muito reduzido até lá.

Apesar das medidas, a organização da feira espera menos visitantes em Barcelona. Por isso, o evento terá formato híbrido, com algumas atrações ocorrendo em ambiente digital.

Anterior Oi e BTG prorrogam negociações pela Infraco
Próximos Burle, Duarte e Diniz: Confiança nas informações sobre a pandemia exige Web e dados abertos