Grupo TIM vai utilizar exclusivamente fontes renováveis ​​até 2025


Divulgação
Divulgação

O Grupo TIM, controlador da TIM Brasil, anunciou nesta quinta, 30, na Itália, que utilizará exclusivamente fontes renováveis ​​até 2025. A ideia é reduzir a zero o impacto climático resultante da compra de eletricidade.

A iniciativa integra o grupo de novos objetivos ESG do Plano de Negócios 2022-2024, e obteve validação científica de sua estratégia ambiental. As metas foram validadas pela Science Based Targets. A organização internacional promove o estabelecimento de metas mensuráveis ​​para reduzir a pegada climática e as valida de forma independente para apoiar as empresas na transição para uma economia sustentável.

PUBLICIDADE

Por conta desse compromisso de comprar 100% de energia renovável até 2025, a TIM reduzirá as emissões da atividade produtiva da empresa (Escopo 1) e a compra de energia elétrica (Escopo 2) em 75%, até 2030.

Também alcançará, até 2030, uma redução de 47% nas emissões de sua cadeia de valor (Escopo 3) relativas à aquisição de bens e serviços, aquisição de bens de capital e utilização de produtos vendidos a clientes.

Rumo ao zero

A intenção da operadora, segundo a empresa tida como compromisso, é alcançar a Neutralidade Carbônica até 2030 e as emissões Net Zero até 2040, dentro de seu ciclo produtivo.

Relatório ESG da operadora mostrou que a empresa zerou emissão indireta de CO2 resultante do consumo de energia em 2021. O resultado em emissões de CO2 foi obtido devido à contratação de 46 usinas e compra de energia no mercado livre

Segundo Pietro Labriola, CEO da TIM, a estratégia climática da empresa é parte integrante da reformulação do modelo de negócios. “Integra um Plano de Sustentabilidade composto por projetos tangíveis, que nos levarão não apenas a reduzir as emissões de nossas atividades produtivas, mas também de upstream e downstream de nossa cadeia de suprimentos.”

Iniciativa

A Science Based Targets é uma iniciativa promovida pelo CDP (Carbon Disclosure Project), United Nations Global Compact, World Resources Institute (WRI) e World Wide Fund for Nature (WWF) que pretende conter o aquecimento global a 1,5°C em de acordo com o Acordo de Paris sobre o Clima.

PUBLICIDADE
Anterior Projeto de LDO 2023 tem proteção contra contingenciamento para Ciência e Tecnologia
Próximos Consumidores europeus dizem que Google engana usuários na configuração para abertura de conta