Governo troca TIC e call center por emissora de rádio e TV no aumento de imposto


shutterstock_Mikhail-hoboton-Popov_Consumidor_Abstratada_Geral_sufoco-720x320

A reoneração tributária, anunciada ontem, 29, pelo governo, juntamente com o novo corte orçamentário de R$ 42,1 bilhões, acabou isentando do aumento o segmento de comunicações (emissoras de rádio e TV e jornais) além de outros três setores, e excluindo o setor econômico que iniciou o movimento de desoneração da folha de pagamento, o de Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC). 

De acordo com o governo, a desoneração da folha de pagamento representou uma renúncia fiscal de R$ 77,9 bilhões de 2012 a 2016. Até ontem, cerca de 40 mil empresas de mais de 50 setores da economia se beneficiavam programa. Segundo o governo, além dos donos de emissoras de TV, mantiveram a redução na folha de pagamento construção civil e obras de infraestrutura, transportes rodoviários, metroviários e ferroviários de passageiros por serem “intensivos em mão de obra”. Ora, sob esse argumento, não há como explicar que as empresas de call centres ficassem fora do aumento de imposto.

PUBLICIDADE

O segmento de call center pagava uma alíquota de 3% em substituição aos 20% da folha. Já o da Tecnologia da Informação, pagava uma alíquota de 4,5%. No segmento de tecnologia da informação, segundo a Brascom, essa política em três anos (2011 a 2014) gerou 75 mil empregos de carteira assinada

As emissoras de rádio e TV, por sua vez, conseguiram, em 2014, se enquadrar na política de desoneração da folha de pagamento, com alíquota de apenas 1%. Em 2015, juntamente com os demais setores, tiveram um ligeiro aumento na alíquota, de 1% para 2,5%.

Agora, o segmento que mais gera o primeiro emprego no país  e aquele que mais traz inovação para a economia voltam a pagar alíquotas cheias, de 20%, enquanto o setor de rádio e TV mantem o seus custos baixos, logo depois de receber outro presente do governo Temer, que aprovou uma ampla reforma no marco legal da radiodifusão, por Medida Provisória.

Anterior Estados Unidos liberam comércio com a ZTE
Próximos Presidente da Anatel nega que agência vá cassar licença de telefonia fixa da Oi