Governo promete instalar internet em 12 mil escolas públicas até julho


Governo vai instalar 12 mil pontos de internet em escolas públicas. Crédito: Divulgação
Governo vai instalar 12 mil pontos de internet em escolas públicas. Crédito: Divulgação

Governo federal vai instalar 12 mil pontos internet em escolas públicas pelo programa WiFi Brasil. Serão instalados 10 mil pontos em escolas ativas em áreas rurais e 2 mil em áreas urbanas. O investimento será de R$ 85 milhões, além de recursos do leilão do 5G. O anúncio ocorreu nesta terça-feira, 12, no Palácio do Planalto.

A implantação está prevista para começar ainda neste mês de abril e deve ser concluída até julho de 2022. A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Telebras serão as responsáveis pela instalação dos pontos.

PUBLICIDADE

A Telebras utiliza as antenas GESAC, enquanto a RNP trabalha tanto com conexão cabeada quanto por rádio. Ao todo, serão 5 mil escolas conectadas pela Telebras, e outras 7 mil por ISPs contratados pela RNP.

Atualmente, existem 14,5 mil escolas sem conexão. Fábio Faria, ministro das Comunicações, afirma que as escolas restantes serão conectadas com recursos do leilão do 5G, especificamente da faixa de 26 GHz. Apenas 2,5 mil escolas, de acordo com Fábio Faria, restarão para o segundo semestre.

Segundo Faria, 5 mil escolas não têm energia, mas entrarão em um programa do Ministério de Minas e Energia para levar eletricidade por meio de geração solar.

Norte Conectado

No evento de lançamento da expansão do WiFi Brasil, o MCom indicou o início da Infovia 01, que integra o programa Norte Conectado e irá expandir a infraestrutura de comunicações na Região Amazônica, conectando Santarém (PA) a Manaus (AM), por meio da implantação de cabos de fibra óptica subfluvial. O investimento previsto é de R$ 165 milhões para a estruturação do backbone (responsável pela transmissão dos dados de um dispositivo para um servidor em outro local). A previsão de conclusão dessa etapa é para o primeiro trimestre de 2023.

PUBLICIDADE
Anterior Universidade Zumbi e Vivo inauguram canal de acolhimento racial via SMS
Próximos TIM, Vivo e Claro terminam preparativos e venda da Oi Móvel já tem data de conclusão