Governo italiano aprova criação de nova gigante das telecomunicações


shutterstock_Oleksiy Mark_Internacional_Mercado_Tecnologia_CompeticaoO governo italiano deu o último aval necessário para autorizar a fusão entre as operadoras dos grupos CK Hutchison e VimpelCom, o que vai criar o maior grupo de telecomunicações do país, com mais de 30 milhões de usuários móveis, superando em pouco a Telecom Italia. A nova empresa será a união das operadoras Wind e 3 Italia. As empresas comunicaram ao mercado que o Ministério da Economia concluiu sua análise, permitindo o negócio. O fechamento da transação acontecerá até o final deste ano.

A fusão deve movimentar € 20 bilhões, e para acontecer, deverá atender a exigências feitas pelos reguladores da União Europeia. Entre as quais, venda de parte dos ativos para uma nova empresa no país, a francesa Iliad.

Ao mesmo tempo, tramita no Congresso do país proposta para renovar a concessão de frequências. A expectativa do governo é faturar € 1,8 bilhão em 2017 com a renovação das licenças, previstas para expirar em 2018. O texto traz novidades, como a possibilidade de a Telecom Italia ampliar suas licenças, usando também faixas de 900 MHz e 1,8 GHz. (Com agências de internacionais)

PUBLICIDADE
Anterior Brasil é o 4º país do mundo em ataques DDoS a partir de dispositivos IoT
Próximos Ministério Público alerta para risco de PL 3453 ser inconstitucional