Governo está disposto a discutir flexibilização da Voz do Brasil


Franklin Martins, ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, afirmou hoje na audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, que o Governo Federal está aberto para discutir a flexibilização do horário de transmissão da Voz do Brasil, mas entende que o Congresso Nacional é o local adequado para …

Franklin Martins, ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, afirmou hoje na audiência pública da Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado, que o Governo Federal está aberto para discutir a flexibilização do horário de transmissão da Voz do Brasil, mas entende que o Congresso Nacional é o local adequado para fazer essa discussão.

O ministro disse não saber qual seria o melhor horário para esse programa de rádio e ponderou que a flexibilização de sua transmissão entre 19h e 22h já seria um passo importante para contemplar a grande heterogeneidade do país. Martins lembrou que, no Rio Grande do Sul, muitas rádios  conseguiram na Justiça o direito de não transmitir o programa às 19h, horário obrigatório. “Quando começa a ficar no faroeste jurídico, é sinal de que o Congresso deve avançar e produzir legislação que normatize a nova realidade”, frisou.

Abert e Abra

PUBLICIDADE

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), representada por Paulo Machado de Carvalho Neto e a Associação Brasileira de Radiodifusores (Abra), representada pelo diretor-executivo Flávio Lara Resende, defenderam a flexibilização do horário. Para justificar a necessidade de mudança do horário, os dois participantes justificaram questões comerciais e da audiência das emissoras.

(Fonte: Agência Senado)

Anterior Telefônica fará todas as mudanças no prazo da Anatel, afirma Valente.
Próximos Satélite: Brasil fecha acordo com Colômbia