Governo aumenta valor pago à Telebras pelo programa Gesac


O valor pelo governo à Telebras pelo Gesac passou de R$ 663 para R$ 879 milhões. Programa leva banda larga por satélite a áreas remotas.

A estatal Telebras assinou com o Ministério das Comunicações, na sexta-feira, 3, o quinto termo aditivo do contrato para a expansão do programa Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão (GESAC).

O valor foi ampliado para R$ 879 milhões. O contrato celebrado em dezembro de 2017 tinha valor estimado de R$ 663 milhões.

Com esse reajuste, o quantitativo de pontos a ser instalados pela Telebras poderá ultrapassar a marca de 26.500 pontos de acesso à Internet com velocidades de 10, 15 e 20 megabits por segundo (Mbps).

Atualmente, o programa GESAC atende mais de 14,7 mil pontos de interesse público – escolas rurais, unidades básicas de saúde, comunidades indígenas e quilombolas, instalados ou com solicitação de instalação dos serviços.

O programa é chamado WiFi Brasil pelo MCom, seu coordenador. Consiste em oferecer o acesso a serviços de conexão à internet, com o objetivo de promover a inclusão digital e social, bem como para incentivar ações de governo eletrônico para a população.

Os pontos são instalados mediante demanda do próprio MCom ou de outros Ministérios, que bancam também o projeto.

No Mcom, há conversas em curso para reformular o GESAC. A intenção é permitir que o programa também seja realizado por meio de conexões de fibra óptica, onde for possível.

PUBLICIDADE
Anterior A reindustrialização das telecomunicações no Brasil
Próximos Transformação digital do governo em desequilíbrio, diz TCU