Google manterá 200 mil em home office até julho de 2021


O Google manterá seus funcionários em casa até pelo menos julho de 2021, tornando a gigante dos mecanismos de busca a primeira grande corporação dos EUA a formalizar um cronograma tão extenso diante da pandemia de coronavírus, informou hoje, 27,o Wall Street Journal.

A medida afetará quase todos os cerca de 200.000 funcionários em período integral e contratados da Alphabet, empresa controladora do Google, e certamente pressionará outros gigantes da tecnologia. Várias empresas norte-americanas já estavam com cronograma para o retorno aos escritórios em janeiro do próximo ano.

PUBLICIDADE

A iniciativa do Google poderá levar a outras companhias a também adiarem este retorno, avalia o jornal. a Amazon já tinha prorrogado o retorno aos escritório de outubro para 8 de janeiro do próximo ano.

Início de dúvidas sobre o home office

O mesmo jornal publicou outra reportagem com empresas norte-americanas mais cautelosas quanto a adoção do trabalho remoto como uma solução definitiva. E apontam algumas razões para essa avaliação: O treinamento é mais difícil. Contratar e integrar novos colaboradores, mais complicado e até mesmo o cansaço dos empregados em ficar em casa.

 

Anterior Super Troca permuta pontos por doações
Próximos Digital Colony está de olho nos "múltiplos" do mercado de infraestrutura