Google lança smartphones Android One por US$ 105 na Índia


Modelo padrão dara aparelhos Android One: tela de 4,5" e câmera de 5 MP. (Foto: divulgação)
Modelo padrão dara aparelhos Android One: tela de 4,5″ e câmera de 5 MP. (Foto: divulgação)

A cada semana, parece mais improvável que novos sistemas operacionais móveis consigam emplacar no mercado global. O Firefox OS, criado pela Mozilla Foundation, com o objetivo de entregar um sistema robusto e seguro para dispositivos cotados a menos de US$ 100, acaba de ganhar um concorrente de peso: o Android One.

A plataforma, apresentada em junho, foi desenvolvida pelo Google com a meta de suprir os mercados em desenvolvimento de aparelhos de baixíssimo custo. O sistema operacional móvel é o próprio Android. As fabricantes que aderirem devem seguir especificações, como seguir um design industrial e permitir que o próprio Google faça a gestão das atualizações do sistema.

Os modelos anunciados nesta segunda-feira (15) e que chegam apenas ao mercado indiano, por enquanto, vêm com chips da Mediatek. Os fabricantes que integram a iniciativa são todos locais: Micromax, Karbonn e Spice Mobiles. Até o final do ano, Filipinas, Bangladesh, Nepal, Paquistão e Siri Lanka devem receber os smartphones. Mais países entram na lista em 2015. No anúncio, o Google aproveitou para dizer que Acer, Alcatel Onetouch, ASUS, HTC, Intex, Lava, Lenovo, Panasonic, Xolo, a fabricante de chips Qualcomm também aderiram à plataforma.

PUBLICIDADE

Em um post em seu blog, integrantes da equipe de desenvolvimento do Android One explica que a iniciativa quer democratizar o acesso à internet à maioria das pessoas ainda sem conexão. A forma encontrada para baratear a fabricação foi desenvolver um design comum, adotado pelas diferentes fabricantes. Os aparelhos são Dual SIM, têm expansão de memória por cartão microSD, câmeras frontal e traseira e rádio FM.

Na Índia, a Google fechou um acordo com a operadora Airtel para que atualizações de software sejam gratuitas nos seis primeiros meses de uso dos aparelhos. A operadora também dará 200 MB de troca de dados aos usuários, sem custo adicional, para uso de um aplicativo favorito do usuário. A escolha poderá ser feita entre 50 apps. A empresa promete para breve a possibilidade de os usuários do One baixarem vídeos do Youtube para assistir offline, de graça.

 

 

Anterior Dona da Nextel pede proteção contra falência nos Estados Unidos
Próximos Algar e Oi pagam debêntures nesta segunda (15)