Google deve lançar loja de apps na China até dezembro


O Google estaria perto de lançar sua loja online de aplicativos móveis, a Play Store, na China. O país é um dos poucos onde a empresa não vende apps por divergir das políticas de censura e armazenamento de dados pessoais dos usuários em data centers localizados no território. Esta não é a primeira vez que o rumor aparece nos veículos internacionais.

A companhia norte-americana deixou o país em 2010 por discordar dos termos impostos pelo governo chinês. A atitude abriu espaço para que o Baidu se tornasse o líder em buscas local. Também deixou margem para surgissem inúmeras empresas especializadas em marketplace de apps móveis. Além da Baidu, Qihoo e Tencent ocupam as três primeiras colocações na comercialização de apps de terceiros.

Atualmente, o Google tem escritório no país para negociar a venda de publicidade das empresas chinesas nas páginas visualizadas em busca no restante do mundo. O Android é o sistema operacional móvel mais usado na China, com 79,1% de participação de mercado. (Com agências internacionais)

PUBLICIDADE

 

 

Anterior Irlanda deve ser repreendida por acordos com a Apple
Próximos Cai desembolso do BNDES para telecom