Google anuncia investimentos no Brasil: novo escritório e centro de engenharia


Fabio Coelho, presidente do Google no Brasil
Fabio Coelho, presidente do Google no Brasil (Divulgação)

O Google realizou hoje, 14, evento em que apresentou dados da operação da empresa no Brasil e anunciou investimentos realizados nos últimos cinco anos. A empresa e anunciou também um novo escritório na capital paulista, com inauguração prevista para 2023, e um centro de engenharia, para 2024.

O Google Cloud, área de nuvem da companhia, investiu R$ 1,6 bilhão no Brasil desde 2017 em infraestrutura técnica. A título de comparação, a Vivo revelou hoje que só em 2021 investiu R$ 8,7 bilhões em infraestrutura.

PUBLICIDADE

O valor inclui os data centers da empresa e a construção dos cabos submarinos Júnior, Tannat e Monet. Outro cabo, o Firmina, está em construção, ligará os EUA à Argentina, com ramificações no Brasil. Deve ficar pronto em 2023.

A companhia revelou ainda que ano passado as plataformas da empresa movimentaram R$ 104,5 bilhões no país. O número inclui serviço de busca, Google Ads, AdSense, a PlayStore e Youtube, e não diz respeito somente às receitas, para ao impacto econômico da atuação do grupo no país. O número é baseado em metodologia própria do Google.

Segundo a gigante digital, o valor leva em conta informações públicas sobre os mercados em que o Google atua e nos benefícios aos negócios gerados pelas plataformas da empresa, incluindo o retorno de investimento gerado aos anunciantes ao rodar campanhas de publicidade em plataformas do Google e a receita compartilhada pelo Google com publishers, desenvolvedores e criadores de conteúdo no país.

Um dos números que compõem o Relatório de Impacto Econômico do Google no Brasil é o da receita que os desenvolvedores de aplicativos obtiveram por meio da Play Store no ano passado, que chegou a R$ 1,3 bilhão

O Google anunciou também que os investimentos futuros no Brasil incluem a criação de um novo Centro de Engenharia em São Paulo, que será inaugurado no final de 2024 e vai reunir 400 funcionários. Todos dedicados, incialmente, ao desenvolvimento de ferramentas de privacidade e segurança.

O novo prédio ficará na Cidade Universitária da USP, e vai integras o IPT Open Experience, programa de inovação aberta do Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo.

PUBLICIDADE
Anterior Parceria entre governo e Starlink segue sem detalhes de implementação
Próximos Câmara aprova texto-base do projeto que reduz o ICMS para teles