Gol aguarda aval da Anac para estrear WiFi de bordo


Funcionário da Gogo instala a antena na aeronave da Gol, em Miami
Funcionário da Gogo instala a antena na aeronave da Gol, em Miami

A Gol Linhas Aéreas aguarda apenas o aval da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para ativar seus serviços de conectividade de bordo. A empresa contratou, ano passado, a Gogo para ser a provedora da tecnologia por satélite, que usa banda Ku para conectar as aeronaves à internet. O sistema já está homologado pelo FAA (Federal Aviation Administration – entidade governamental dos Estados Unidos, responsável pela regulamentação da aviação civil naquele país).

“A previsão é de que, após a certificação do sistema pelos órgãos brasileiros, o primeiro voo com Wi-Fi e entretenimento a bordo seja realizado ainda este ano. E de que, em até dois anos, toda a frota da companhia esteja equipada e pronta para oferecer a mais completa plataforma de entretenimento a bordo disponível no mercado aos seus clientes”, afirma Paulo Miranda, diretor de Produtos e Experiência do Cliente da GOL.

A primeira aeronave com a já está no Brasil. O equipamento, modelo 2Ku, terá comunicação via satélite, além de IPTV, método de transmissão de sinais televisivos ao vivo, e sistema de streaming para filmes.

PUBLICIDADE

“A instalação da antena na primeira aeronave foi feita em Miami, nos Estados Unidos, pela equipe da Gogo, nossa parceira e provedora desta tecnologia. As demais, serão feitas pela própria companhia em nosso Centro de Manutenção, em Confins”, acrescenta Miranda.

A intenção da companhia é ser a primeira da América do Sul e Central a oferecer esse serviço durante o voo, com conexão via satélite. Além de internet, o sistema permitirá acesso à plataforma de entretenimento de bordo, que inclui canais de televisão ao vivo, programação por streaming com filmes, séries, desenhos, além do mapa de voo. O acesso será pelo dispositivo móvel do próprio cliente – tablets, smartphones e notebooks.

Anterior Brasscom elege novo conselho de administração
Próximos Padtec e Globo demonstram 8K nas Olimpíadas