Gired decide muito pouco sobre a transição da TV analógica em Rio Verde


O grupo que conduz a transição da TV analógica para digital (Gired), que deveria ter hoje uma das reuniões mais importantes para definir diferentes procedimentos pendentes para o desligamento do sinal da primeira cidade, a de Rio Verde, em Goiás, não conseguiu avançar.

As discordâncias são tantas entre os radiodifusores e operadores de celular que a única decisão acordada foi a mudança do regimento interno do próprio grupo para permitir que a última pesquisa de opinião que vai medir quantas residências estão aptas a desligar os sinais analógicos  seja feita um dia antes da reunião final, e não cinco dias, como estava previsto. Com isto, se espera aumentar o universo de casas que realmente tem a TV digital, pois em todos os países onde houve o desligamento da TV, as pessoas só foram comprar os novos aparelhos nos últimos dias.

PUBLICIDADE

Campanha

Não ficou nada decidido também em relação à campanha a ser feita após o dia 29 de novembro, quando já se sabe que não serão atingidos os 93% de casas, e por isso os programas analógicos não poderão ser tirados do ar.

A Anatel tem uma proposta de bloquear a tela de maneira mais intensa várias vezes por dia. Os radiodifusores apresentaram a proposta de colocação de cartelas para coibir a programação apenas nos horários comerciais, e mais uma vez não houve acordo.

PUBLICIDADE
Anterior Receita e lucro da Cisco crescem no trimestre
Próximos Empresas começam a atualizar infraestrutura para suportar modelo móvel