Gemalto vai analisar uso de celular de motoristas da Easy


A francesa Gemalto fechou um acordo com a Easy, desenvolvedora de app de transporte individual, para coletar e analisar dados de mais de 150 mil taxistas. O contrato prevê acesso, por meio dos aplicativos Easy, a indicadores de desempenho de smartphones e redes móveis em 24 grandes cidades brasileiras.

A coleta e processamento das informações será feita com a solução CE Quality of Experience, da Gemalto. Os dados detalhados e os mapas de eventos QoE serão usados pelas operadoras de telefonia móvel, provedores de serviços e fabricantes de dispositivos para melhorarem suas redes, serviços de valor agregado e aparelhos.

Segundo as empresas, com a parceria a Easy poderá ampliar o mercado em que atua através da venda de análises de seu big data às operadoras móveis. Entre os dados que serão coletados estão qualidade da bateria, velocidade de processamento ou navegação e instabilidade de conexão.

Os dados são coletados e anonimizados. Conforme Henry Trejgier, vice-presidente de desenvolvimento de mercado da Gemalto: “a solução permite saber, por exemplo, problemas específicos da rede celular (nível de sinal, tipo de cobertura disponível – 2G, 3G. 4G, etc –, problemas de drop call e eventuais gargalos. Os dados são tratados de forma agregada – ou seja, não se sabe das informações específicas de um taxista individualmente, mas de um conjunto de taxistas que estejam em uma determinada área geográfica de análise”. A coleta se dá apenas após autorização prévia do taxista.

Anterior Anatel abre primeira reunião do ano em defesa do PLC 079 (PL 3453)
Próximos Grupo Host opera rede óptica em rodovias paulistas