Fusão PT e Oi é aprovada em Portugal


A Autoridade da Concorrência (AdC) portuguesa aprovou a fusão entre a Portugal Telecom e a Oi, por considerar que não coloca entraves à concorrência no mercado nacional, informa a imprensa portuguesa.

A fusão foi notificada ao regulador no final de janeiro, tendo sido dado um prazo de dez dias para que potenciais interessados no processo se pronunciassem. O Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica, agência antitruste brasileira-, aprovou a operação no ano passado.

Na próxima semana, dia 27, os acionistas da PT e da Oi reúnem-se em Assembleia Geral para decidirem o aumento de capital da operadora e os novos passos para a fusão. Ontem, agência internacionais informaram que os controladores já tinham garantia firme de 14 bancos para a compra das ações, no valor de R$ 6 bilhões. Acionistas minoritários tentam juntar votos para barrar a operação.

PUBLICIDADE

Sport TV

Há ainda uma polêmica em Portugal, que está sendo investigada pelo AdC, a reorganização societária do Sport TV de Portugal, promovida pelo ingresso da PT em seu capital. ( Com agências internacionais).

Anterior STJ orienta tribunais sobre apelações relativas a subscrição de ações de empresas de telefonia
Próximos Instituto protocola pedido para Anatel considerar homologação estrangeira de celular