Fusão das operações brasileiras da América Móvil será concluída antes do final do ano


A América Móvil encerrou o terceiro trimestre de 2014 com 105,2 milhões de acessos no Brasil, crescimento de 5,9% frente ao mesmo período do ano passado. Os assinantes móveis somaram 69,6 milhões, empatando com o número de clientes no México. Foram acrescentados novos 860 mil clientes móveis no período, e o pós-pago teve adição líquida de 409 mil , crescimento de 150%.

Os serviços fixos brasileiros cresceram 11,6%frente  ao ano anterior, com 35,6 milhões de contas. Foram  somadas mais 510 mil novos assinantes de TV paga, 315 mil telefones fixos e 237 mil acessos banda larga, com receitas totais de R$ 8,9 bilhões. As receitas fixas subiram 11,1%, guiadas pela TV paga, que teve aumento de receitas de 15,2% e a banda larga, outros 13,2%. Crescimento com a receita de dados móvel foi de 21,9%.  O EBITDA (caixa da empresa) das três operadoras brasileiras somou R$ 2,2 bilhões, 17,5% a mais que igual período de 2013.

PUBLICIDADE

A holding informa ainda que a Anatel concedeu a licença para a fusão das três operações no Brasil em  31 de julho deste ano e que o grupo pretende estar operando como uma única empresa antes do final deste ano.

Resultados gerais

A América Móvil fechou o trimestre com forte queda nos lucros, de 39,3%, somando 10,12 bilhões de pesos mexicanos. Em igual trimestre de 2013 os lucros eram de 16,682 bilhões de pesos mexicanos. As receitas com serviços aumentarm 13,7%, para 221  bilhões de pesos mexicanos, já incorporados os números da Telekom Austria.

PUBLICIDADE
Anterior Embratel e NET registram prejuízos no terceiro trimestre de 2014
Próximos Receitas da Ericsson crescem 9%, lucros caem 13%