Fujikura, agora com fábrica no Brasil, avalia oportunidade em FTTH


A japonesa Fujikura anunciou oficialmente nesta quinta-feira (18) a criação de uma joint-venture com a brasileira ProCable para fabricação e comercialização de cabos OPGW. A JV investirá R$ 30 milhões em uma unidade produtiva em Montenegro (RS) que deverá iniciar suas atividades em julho de 2014. Até 2015, a fábrica deve alcançar sua capacidade produtiva máxima de 5 mil km/ano de cabos OPGW. 

O anúncio da criação da JV para produção dos cabos usados em linhas de transmissão de energia se deu por conta do crescimento contínuo do mercado local, que gira em torno de 10% a 15% ao ano. “O importante não é o crescimento substancial em termos porcentuais, mas que este crescimento se mantém”, afirmou o presidente da ProCable, Fumitaka Nishimura, japonês que mudou-se para o Brasil ainda criança. Segundo ele, o país vive um novo “boom” de consumo de cabos OPGW não apenas por conta das concessionárias de energia, mas também pela reativação da Telebras. A joint-venture atenderá, por exemplo, contratos já firmados com a Companhia de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul. 

Mas o interesse da Fujikura no Brasil vai além dos cabos OPGW. Presente na cerimônia oficial de anúncio da entrada no Brasil com produção local, o CEO Yoichi Nagahama, lembrou que a companhia já fornece cabos para Fiber To The Home (FTTH) e que este é um mercado bastante promissor no país.

PUBLICIDADE

A possibilidade de ampliar a área de atuação da JV também abre espaço para a Fujikura e a ProCable falarem em estreitamento de laços, com uma possível compra da brasileira pela japonesa. “Nosso sonho [da ProCable] é fazer um trabalho conjunto com a Fujikura, seja por joint-venture ou por uma compra. Caminhamos para estabelecermos laços fortes. No futuro, queremos fazer uma única empresa”, declarou Nishimura. (Da redação)

Anterior Ericsson apresenta vendas fortes na América Latina
Próximos Governo prepara compra compartilhada para ativos de rede