Formoso assume presidência do SindiTelebrasil e fala em Confederação com os radiodifusores


O presidente da Embratel, José Formoso, do grupo América Móvil, assumiu hoje a presidência do conselho de administração do SindiTelebrasil, ocupada por cinco anos por Antonio Carlos Valente, presidente da Telefônica. Para o Formoso, os desafios a serem enfrentados pela entidade, que representa as maiores operadoras e fabicantes do setor, são trabalhar para ampliar a qualidade do serviço, o Marco Civil da internet, e atuar com governo e Congresso para garantir que os investimentos sejam mantidos.

 

O executivo ainda pensa na construção de uma Confederação patronal que represente os interesses de todo o segmento das comunicações, incluindo  os provedores de conteúdo e os radiodifusoes. Atualmente, as operadoras de telecom são representadas pela CNI. Antonio Carlos Valente assinalou que a construção da lei do SeAC (Lei de TV paga, ou de Serviço de Acesso Condicionado), demonstrou que as pontes podem ser construídas também com os provedores de conteúdo, que defendem hoje interesses bem diversos. “Com os provedores de internet, de conteúdo, e os portais há mais interesse comum do que conflitos”, acredita Valente.

 

Ao fazer o balanço de sua trajetória no SindiTelebrasil, Valente lembrou que as atuais associadas precisaram construir pontes de diálogo entre as empresas, “o que não é fácil”, reconheceu. Mas acredita que as empresas conseguiram construir uma entidade com modelo de governça sólido e que foi capaz de fortalecer a representatividade da indústria frente à sociedade brasileira.”Nos pautamos pela atuação  ética construtiva e transparente”, concluiu. 

PUBLICIDADE
Anterior Papéis da Oi fecham em alta de 6,9%
Próximos Prefeitura do Rio firma parceria com Waze