Fluke recorre ao crowdfunding para financiar sua expansão


A operadora móvel digital Fluke iniciou uma oferta pública via financiamento coletivo, o chamado crowdfunding, com o objetivo de arrecadar R$ 5 milhões. A Startup empregará os recursos em sua expansão. Metade dos investimentos serão aplicados na aceleração do poder de aquisição da Fluke nos estados em que atua: São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

Outros 40% servirão para contratações, especialmente de profissionais de tecnologia e de suporte. Com o resto, a empresa pretende adquirir novos equipamentos e soluções.

A startup disponibilizará sua oferta na plataforma Kria, especializada em investimentos para startups. A plataforma estabelece uma cota mínima de R$ 2.500 por investimento. “A ideia é fazer uma oferta pulverizada para atrair tanto clientes quanto investidores”, afirmou o CEO e um dos fundadores da Fluke, Marcos Oliveira. Até o fim desta tarde, a empresa já havia captado R$ 485 mil. Para este ano, Oliveira espera alcançar os R$ 5 milhões em uma semana,

A empresa também está realizando captação privada e já acumula quase R$ 2 milhões, com uma meta de R$ 7 milhões. A captação privada, que começou em março, e o crowdfunding são duas rodadas de investimento diferentes com o objetivo de chegar a R$ 12 milhões. Desde que foi criada, a Fluke já recebeu duas rodadas de 14 investidores-anjo, que somaram R﹩ 2 milhões. (Com assessoria de imprensa)

Anterior De plataformas de e-commerce a serviços financeiros, Go2Go quer ser o motor do varejo
Próximos Nova regra do WiFi Brasil prevê recursos privados para financiar conexões