Fibrasil propõe padrão de interconexão para redes neutras no país


CEO da Fibrasil, André Kriger
CEO da Fibrasil, André Kriger

O CEO da Fibrasil, André Kriger, defendeu na manhã desta terça, 26, que todas as operadoras de redes neutras no país usem o mesmo padrão de APIs para a conexão de seus clientes à rede.

Segundo o executivo, Fibrasil, V.tal e Fiberco (a rede neutra montada por TIM e IHS) precisam garantir que seus sistemas sejam interoperáveis. Dessa forma, o cliente de atacado pode entregar o serviço de banda larga a partir de mais de uma rede neutra, em todo o país.

PUBLICIDADE

“A gente acha que é importante que exista um padrão de APIs no mercado para que as várias redes neutras, nós, a V.tal, a Fiberco da TIM, e outras que venham a surgir, que adotem os mesmo padrões de interconexão”, falou.

Ele observa que a padronização traz praticidade e atratividade ao modelo de redes neutras. “Sabemos que é escasso e custoso o desenvolvimento de sistemas. Então um padrão para o mercado, vai ter muito benefício para todos”.

A proposta da Fibrasil é a adoção universal do padrão TMForum. “Convidamos todas as outras redes neutras a adotar esse padrão, pois trará benefícios ao mercado”, concluiu.

Metas da Fibrasil

Kriger afirmou que Fibrasil tem como conceito a simplicidade. Ele disse que será “muito fácil” negociar com a empresa de rede neutra, que tem como sócios do grupo Telefónica e o fundo canadense CDPQ.

Ele reiterou as metas da empresa, de chegar a 300 cidades em 2023 (hoje, está em 47 cidades) e passar dos atuais 2 milhões de homes passed para 6 milhões ao fim de 2024. Homes passed são as casas aptas a assinar serviços baseados em fibra óptica.

Mapa do Brasil com as cidades cobertas pela Fibrasil em destaque
Mapa do Brasil com as cidades cobertas pela Fibrasil em destaque

Ele participou do evento INOVAtic 2021, promovido pelo Tele.Síntese e que reúne dirigentes de empresas de todo o país, voltado para o mercado de ISPs. Amanhã, o Congresso acontecerá no período da manhã e discutirá novos serviços para as redes e 5G.

PUBLICIDADE
Anterior Megatelecom compra 100% do capital da IFTNET Telecomunicações
Próximos Anatel aprova a criação de rede neutra derivada da TIM Live