Fibrasil prevê terminar o ano com quase 5 milhões de homes passed


Crédito: TV.Síntese

A operadora de rede neutra Fibrasil tem a meta de chegar em 2024 com 6 milhões de homes passed – casas aptas a assinar serviços de banda larga em fibra óptica – mas a maioria dessas residências será servida já em 2022. Segundo seu CEO, André Kriger, a empresa terminará este ano muito perto dos 5 milhões de HPs. Com isso, 2023 será o ano de fechar a meta e alcançar a cobertura com capilaridade em 300 cidades do país.

Abaixo, as cidades onde a empresa tem hoje pouco mais de 2 milhões de HPs disponíveis.

PUBLICIDADE

O executivo apresentou um keynote na tarde desta terça-feira, 5, no evento INOVATIC Sul, organizado pela Momento Editorial, pelo Tele.Síntese e pelo PontoISP.com.br. Além de expor as metas da Fibrasil, Kriger aproveitou para explicar porque faz sentido, a seu ver, um ISP ou operadora, de qualquer porte, recorrer às redes neutras.

“O mercado está pronto para as redes neutras pois é um jeito de compartilhar infraestrutura e custos dessa infraestrutura. Além disso, há a otimização do uso de postes e do direito de passagem. A rede neutra entrega isso para o cliente, que não vai precisar negociar com as elétricas. Há ainda eficiência do Capex do mercado, devido ao compartilhamento, e o nível de serviço estabelecido é carrier grade“, resumiu.

Ele observou que, se por um lado a rede neutra facilita o acesso de provedores a novos mercados com qualidade isonômica, surge o desafio da diferenciação para o provedor. “Ele deverá se diferenciar com o que oferece, bundles, atendimento etc”, falou Kriger.

O executivo lembrou ainda que a rede neutra reduz muito o “time to market” – ou seja, o tempo necessário para uma empresa lançar seus produtos em um determinado mercado. Segundo ele, em média, é possível construir uma rede de fibra com boa capilaridade em nove meses numa cidade. Com a adesão a uma rede neutra, o prazo cai para semanas, uma vez que a infraestrutura já existe na localidade.

Outras vantagens, apontou, são o custo inicial baixo e a redução dos custos com manutenção da rede. Por fim, observou que o uso de rede neutra tende a ter reflexo sobre o EBITDA do ISP. Mas isso é compensado pelo retorno sobre investimento muito maior e mais rápido.

PUBLICIDADE
Anterior Crescimento dos ISPs em 2022 não terá mesmo ritmo de 2020 e 2021, estima OIW
Próximos TIM liga as primeiras antenas de 5G "puro" no Paraná