PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

INOVAtic

Fibrasil aposta na flexibilidade para atrair ISPs

André Kriger, CEO da Fibrasil, explicou modelo da operadora de rede neutra para ISPs no INOVAtic NE: "O provedor paga só pelo cliente conectado".

André Kriger, CEO da Fibrasil, destacou a flexibilidade da operadora de rede neutra como diferencial para atrair provedores (ISPs) a sua base de clientes ao se apresentar hoje, 21, no congresso e feita INOVAtic NE.

Formada a partir da rede óptica da Vivo fora de São Paulo, a Fibrasil é especializada na oferta B2B de última milha e backbone a ISPs.

Segundo Kriger, há várias modalidades contratuais que podem ser assinados entre o ISPs e a empresa de infraestrutura. “O objetivo é fazer aquilo que mais se adequa à necessidade e realidade do provedor”, falou na apresentação.

O executivo afirma que a FiBrasil busca um equilíbrio nos valores cobrados dos clientes, considerando, inclusive, condições específicas, que podem variar de acordo com a situação. “Essa é nossa política de equilíbrio. O nosso grande diferencial hoje é que só há custo se houver assinante. O provedor só paga pelo que usar”, observou.

No quesito flexibilidade, Kriger explicou que o provedor pode contratar, além da rede, serviços de instalação e manutenção da Fibrasil. Ou pode ter apenas o acesso e se encarregar de todo o resto. “O que sempre ficará a cargo do provedor são o atendimento, relacionamento, marketing, vendas, cobrança”, disse.

Outro sinal de isonomia contratual diz respeito à atualização do valor firmado pela inflação. “Essa atualização se dá com base no IPCA dos últimos 12 meses e acontece para todo mundo no dia 1º de janeiro. Se não for assim, há quebra da isonomia que toda rede neutra precisa ter”, afirmou.

Ele também ressaltou que o modelo de rede neutra não é para todo tipo de provedor. Lembrou que ISPs com estratégia de construção de rede própria terão pouco ou nenhum interesse em alugar infraestrutura neutra.

Quem alugar, no entanto, vê uma diferença na formação do balanço. Enquanto o dono de infraestrutura tem um EBITDA mais alto por conta no investimento em rede própria, o ISP que usa rede neutra tem Opex mais alto por conta do custo recorrente. “Em compensação, o retorno sobre o investimento acontece muito mais rapidamente”, enfatizou Kriger.

O INOVAtic NE acontece de hoje até sexta, 23, no Recife, organizado pela Momento Editorial, responsável pela publicação do Tele.Síntese. Participe! A feira e o congresso acontecem no MV Empresarial (Avenida Presidente Dutra, 298 – Imbiribeira). Para quem é de fora, há transmissão online dos painéis.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Capacity LATAM 2024 vai debater conectividade e inovação na América Latina
Evento acontece nos dias 12 e 13 de março, com presenças de BNDES, META, AWS, Algar, Telxius , Mega Telecom, Elea Digital, Ufinet e mais.

 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado