FCC vota liberação de mais espectro para a 5G em julho


A Federal Communications Commission (FCC) votará regras para liberar mais espectro à rede móvel de quinta geração (5G) nos Estados Unidos em 14 de julho. A promessa é de Tom Wheeler, o presidente da autarquia que regula as telecomunicações naquele país. Ele enviará uma proposta com as novas regras para “identificar e abrir vastas quantidades de espectro para aplicações 5G” nesta quinta-feira, 24.

A proposta trará faixas em banda baixa, média e alta. Na baixa, a intenção é liberar mais espectro do que hoje é usado por emissoras de TV. Corre, no momento, um leilão de incentivo em que as emissoras estão propondo quanto querem receber para entregar às teles o espectro. A FCC também reordenou as faixas de banda média (AWS-3), antes ocupadas por serviços de rádio comunitária, transferidos para os 3,5 GHz.

PUBLICIDADE

O texto provavelmente trará reservas grandes no espectro de altíssima frequência, bom para entrega de conexões de curto alcance, mas de baixíssima latência e alta velocidade. “Se a Comissão aprovar minha proposta, os EUA serão o primeiro país do mundo a abrir o espectro de banda alta para redes 5G e aplicações”, diz, em discurso divulgado nesta segunda-feira, 20.

Ele espera que os EUA tenham ofertas de blocos de pelo menos 200 MHz. A título de comparação, atualmente os blocos para redes móveis em baixas frequências têm entre 5 MHz e 10 MHz. A FCC também pretende colocar o texto com as novas regras em consulta pública até 14 de julho.

A proposta deverá trazer soluções para compartilhamento de frequências, especialmente na faixa dos 28 GHz, usada por satélites. Também trará uma revisão das regras ambientais para facilitar o licenciamento de espaços para colocação de antenas.

Anterior Novo diretor de Defesa do Consumidor acha que Anatel não pode decidir só sobre banda larga
Próximos Oi entra com pedido de recuperação judicial