FCC investiga acordos entre Netflix e provedores de acesso


A FCC, agência que regula as telecomunicações nos Estados Unidos, começou a investigar os acordos realizados entre empresas de conteúdo e provedores de internet. Em especial, a agência quer entender como se dá a entrega de conteúdo da Netflix pelas redes da Comcast e Verizon.

Em fevereiro, Netflix e Comcast anunciaram acordo para que a entrega de conteúdo ao consumidor tenha maior velocidade, graças à interligação direta de CDNs à rede da operadora. A parceria foi fechada após semanas de reclamação por parte da distribuidora de vídeos sobre interferências na entrega de seu conteúdo. Já nas últimas semanas, o Netflix enviou mensagens a usuários da Verizon culpando a operadora pela lentidão no carregamento dos filmes.

Tom Wheeler, chairman da FCC, afirmou que recebeu 19 mil pedidos para verificar como fornecedoras de conteúdos e provedores estão trabalhando em conjunto. A maior parte destes pedidos reclamam de possível quebra à neutralidade de rede, hoje sem regulamentação no país, que aguarda conclusão de consulta pública.

PUBLICIDADE

O representante da comissão disse ao jornal New York Times que continua a categorizar os acordos como permitidos e fora do escopo do debate sobre neutralidade. Porém, ressaltou que a FCC tem a obrigação de verificar se os consumidores estão sendo de alguma forma prejudicados. A investigação não tem prazo para ser concluída.

 

Anterior Tecnologia 3G concentra maior volume de dados na abertura da Copa, na Arena São Paulo
Próximos Quanto vale a troca de metas?