Faria e parlamentares mais uma vez de malas prontas


O ministro das Comunicações, Fábio Faria, vai embarcar em breve numa nova viagem internacional. Depois de atravessar Europa e Ásia em fevereiro para conhecer as sedes de fabricantes de equipamentos 5G, ir aos Estados Unidos ver de perto redes privativas e se encontrar com dirigentes do sistema de segurança norte-americano no começo deste mês, agora ele parte rumo à Espanha e à Itália.

PUBLICIDADE

A agenda da viagem ainda está em aberto. Conforme o descritivo prelimitar, os “objetivos da missão” são: “Participação no evento Mobile World Congress (MWC), em Barcelona/Espanha (28-30/6), maior encontro de operadoras móveis do mundo; Visita à sede global da TIM (Telecom Itália), em Roma/Itália (30/6-1/7) para tratativas de telecomunicações e demonstrações da tecnologia 5G”.

O que está certo é que Faria vai ao Mobile World Congress 2021, evento que volta a ser presencial depois do cancelamento de 2020 devido à pandemia de Covid-19. Na segunda, 28, à tarde, ele participa de painel sobre a digitalização da América Latina. Uma questão a ser lembrada  é que os brasileiros ainda estão proibidos de aportar em qualquer país europeu, porque por aqui apenas 15% da população foi vacinada com as duas doses.

A ida a Barcelona tem lugar na agenda para encontro com José María Alvarez-Pallette, CEO do grupo Telefónica, no estande da operadora. Normalmente, a Telefónica monta um dos maiores espaços no MWC. Também tem intervalo para reunião com executivos da Vivo. Tais encontros, no entanto, ainda não foram confirmados.

Na quarta, 30, o ministro deve se encontrar com a secretária de inovação digital da Argentina, Micaela Sánchez Malcolm. Em seguida, com executivos da fabricante Huawei, apesar de seu esforço para a aceleração do Open Ran no país, movimento do qual a fabricante chinesa ainda não participa.

Depois, e isto está confirmado, parte rumo à Itália, onde vai se reunir com Luigi Gubitosi, CEO da Telecom Itália. Ali, conhecerá a sede global do grupo e também um “monumento restaurado sob auspícios da TIM” – provavelmente o Mausoléu de Augusto, cujo restauro é financiado pela Fondazione TIM.

O presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, também irá. O Conselho Diretor da agência aprovou seu deslocamento nesta semana em circuito deliberativo. Neste caso, Euler participará de evento fechado para reguladores durante o MWC, e depois deve ir com a comitiva também para a Itália.

Integram a nova missão internacional de Faria, ainda, o secretário interino de telecomunicações, Artur Coimbra; a chefe de gabinete Maria Antonichelli.

Como das outras vezes, parlamentares também foram chamados, dos quais nenhum integra o grupo de trabalho sobre 5G da Câmara. A presença é maciça do Centrão na turnê. Foram chamados o senador Ciro Nogueira (PP-PI), que esteve na missão aos EUA no começo do mês e é suplente em comissão sobre 5G a ser instalada no Senado; além dos deputados Hugo Motta (REP-PB), Marcos Pereira (REP-SP), Silvio Costa Filho (REP-SP) e Eduardo da Fonte (PP-PE).

Anterior Comissão Europeia vai investigar serviço de publicidade do Google
Próximos Telefónica lança streaming de música na Espanha