Fabricantes utilizam chips de IA da Nvidia em servidores


A ASUS, Atos, Cisco, Dell Technologies, Fujitsu, GIGABYTE, Hewlett Packard Enterprise, Inspur, Lenovo, One Stop Systems, Quanta / QCT e Supermicro estão adquirindo os chips A100 da Nvidia para usar em seus servidores. Os chips são destinados a aplicação de inteligência artificial, ciência de dados e computação científica.

A disponibilidade dos servidores varia. Segundo a nVidia, 30 sistemas serão lançados nos “próximos meses” e mais de 20 até o final do ano.

PUBLICIDADE

A A100 é compatível com software otimizado por Nvidia Ampere, incluindo o CUDA 11; novas versões de mais de 50 bibliotecas CUDA-XTM; Nvidia Jarvis, uma estrutura de serviços de IA multimodal e informal; NVIDIA Merlin, uma estrutura de aplicações; o conjunto de bibliotecas de software de ciência de dados de código aberto RAPIDSTM e o SDK DE HPC DA Nvidia.

Essas ferramentas de software permitem que os desenvolvedores criem e acelerem aplicações em HPC, genômica, 5G, ciência de dados e robótica. (Com assessoria de imprensa)

Anterior AGU diz que compartilhamento de dados é atribuição do Executivo
Próximos Partilha de infraestrutura pode levar a nova despesa tributária